Sigilo e Privacidade

Conforme o Código de Ética Profissional do Psicólogo todos os atendimentos estarão amparados rigorosamente pelo sigilo profissional, tanto a identidade do paciente quanto as conversões realizadas. Sabendo que o meio eletrônico não é confiável, que os serviços mediados por computadores não podem ser considerados como tecnicamente sigilosos e seguros, tanto o psicólogo quanto o paciente devem tomar precauções e adotar procedimentos técnicos que garantam o sigilo da comunicação e que reduzam a vulnerabilidade do meio eletrônico. 

 Assim sendo, o paciente deve utilizar computador pessoal, devendo evitar os computadores de terceiros e os públicos. Um programa antivírus deve ser instalado no computador. O uso de fones de ouvido é recomendável.